Social Icons

twitterfacebookgoogle pluslinkedinemail

segunda-feira, 6 de novembro de 2006

Sonho

As vezes me pego rabiscando no Corel uns lances que vem na cabeça que parecem ter vindo não sei de onde, mas, como neste caso, quando termino, se tornam interessantes as sandices ao ponto de mostrar aqui.

Trata-se do meu “Bus Office Home”, meu “buzão-cafofo-trampo”, para os menos afeiçoados a língua do Tio San. Quase todo mundo, um dia, faz um rascunho, um raff do projeto da casa dos seus sonhos, tái o meu...

Porque não sobre rodas? Já é minha sina mudar-me de tempo em tempo para diversos lugares do país mesmo, coisa de sangue cigano quem sabe. Já estou habituado com mudanças de ares, só não consigo me habitar com o empacota e carrega, isto sim é triste! Eis que criei a solução.

Olho para este monte de traços e fico pensando o quanto seria prazeroso uma vida nômade sobre rodas sem se preocupar com mudanças, levando só o necessário e a mão. Podendo trabalhar um pouco em cada lugar, de praia em praia, conhecendo mais deste Brasilsão (quiçá outros países).

Sei que é algo caro, já me baseei em custos, mas “sonhar não custa nada”, como dizia o samba enredo da Mocidade. Tecnologia para por em prática já temos...

4 comentários:

Denise Dória disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Fernando Augusto disse...

CErto, certo, tenho q mudar de classe p/ dirigir um bicho deste, amor...rs

gabrielle disse...

Sonhar.o que seria de nós sem os sonhos p/ nos confortarem ou p/seguirmos em frente!Continue sonhando aperfeiçoando que um dia ele será seu!hj ele é seu consolo,amanhã pode ser sua realidade.

Anônimo disse...

POIS É.
TODOS TÊM SEUS SONHOS
OS MEUS AINDA NÃO VÃO TÃO LOMGE.OU SERÁ QUE VÃO!?

ABRASSO

GIOVANI KTORZ*