Social Icons

twitterfacebookgoogle pluslinkedinemail

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Logotipo para Telejornal N7TV



O N7TV foi o telejornal feito pela turma de Telejornalismo II, do Curso de Jornalismo da UNIT, neste segundo semestre de 2011. Participei das atividades, por acaso, como produtor e editor em duas reportagens.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Cartilha Sementes Crioulas


Diagramação e projeto gráfico/capa de cartilha ilustrada para o projeto Sementes da Terra.




quinta-feira, 10 de novembro de 2011

O Novo Código é mais velho que minha avó



Meio a tanta discussão, em âmbito mundial, dos destinos do planeta severamente afetado pela exploração agro-industrial, o nosso meio político se mostra desafinado e irredutível, em nome dos interesses da elite ruralista e industrial ao defender mudanças no Código Florestal Brasileiro. Querem aprovar emendas parlamentares, que visam perdoar atos de crime ao meio ambiente já cometidos ou tornar mais brandas, as proibições e exigências de áreas de proteção ambiental.

Eles se agarram à cruz de uma suposta "proteção" aos pequenos produtores, justamente eles! Mais alinhados e sempre receptivos a propostas de remanejamento dos processos de produção, aceitando muito bem, conceitos de agricultura orgânica e sistemas agroflorestais.

Sergipe tem dois exemplos de iniciativas de cunho ambiental, voltadas exclusivamente aos pequenos agricultores. Um é o PAIS - Produção Agroecológica Integrada e Sustentável, em que a Cohidro - Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe e a Emdagro - Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe, fornecem auxílio técnico e kits de insumos agrícolas, para criação de aves em consórcio com a produção de hortaliças orgânicas, livre da aplicação de agrotóxicos.

Armazenamento das sementes 
crioulas em garrafas pet 
Outra iniciativa é o Sementes da Terra, desenvolvida no IFS – Instituito Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe. Onde os agricultores e familiares são motivados a utilizarem técnicas de triagem, estoque e troca, entre eles, de sementes “crioulas”, ou seja, variedades selecionadas e replantadas, durante várias gerações, pelas suas qualidades produtivas. Um precesso feito de maneira empírica e natural, diferentemente das sementes comerciais, que passam por processos de melhoramento, envolvendo produtos químicos e até transgenia para garantir sua produtividade. Ambos projetos, são muito bem aceitos pelos pequenos agricultores e tem oferecido ótimos resultados, tanto de produção, como de garantia de renda para estas famílias.

Já o grande produtor não, ele precisa de muita terra, ele precisa fazer o "pousio" do solo degradado por infinitas safras e safrinhas, o apetite de suas máquinas é voraz e sempre precisa de novas áreas para continuar com sua produção extensiva, que requer baixo investimento, mas muito chão para plantar. Não é a toa que chegam a usar aviões nesse processo, é muita terra para percorrer andando. 

Na pecuária, como já dizia minha mãe, agrônoma que atua desde os anos 80 na zootecnia, "pecuarista é gigolô de vaca". Facilmente conseguimos compreender esse desabafo, quando tomamos conhecimento que, na grande maioria das propriedades rurais, destinadas a essa atividade, a média anual de acomodação, é de uma cabeça de gado por hectare, trocando em miúdos, é nos fazer aceitar que uma vaca precisa de um campo de futebol inteirinho, de capim, para sobreviver. 

O que não contam, ao argumentar que precisam desta enorme quantidade de terra para criar boi, é que se trata de um pasto implantado há anos sem nenhum tipo de manejo de recuperação, com variedades simples que não empregam nenhum tipo melhoramento e pior, não se espera da grande maioria dos agropecuaristas nenhum tipo de suplementação de alimento para esses animais. No máximo usam o sal que não nutri, só repõe minerais que não são encontrados no capim, é mais um remédio do que comida, não engorda. Restando somente para aquele “gramado”, faça chuva ou faça sol, alimentar o bicho.

Hoje é visivel para qualquer um, por menos instruído que seja, o quanto o planeta dá sinais claros de sua exaustão à extrema exploração sofrida, desde quando virou vítima da Revolução Industrial. Onde a regra do mercado, empregada até hoje, é produzir excedente para gerar lucro. As novas gerações, não vão ter a mesma chance que nós ainda temos de poder tentar mudar a realidade. Não vai lhes sobrar muita coisa para proteger, se destruirmos e condenarmos tudo, transformando rios, em canais de esgoto e ecossistemas inteiros, em enormes desertos.

O Brasil ainda tem o diferencial, possui grandes extensões de terra intocada. Ainda podemos fazer diferente do resto do mundo como na Europa, onde o pouco que se tem de reserva florestal pertence aos governos e é protegido com homens de metralhadora e ainda assim em sua grande maioria, são de mata artificial replantada. Nós ainda temos o que proteger, temos o que preservar e porque não recuperar? O Novo Código Florestal é um retrocesso, é afrouxar a rigidez da Lei antiga de 1965, época em que se vivia à sombra do autoritarismo e muito pouco no mundo se falava em preservação ambiental. Apoiar essas mudanças é ter e demonstrar uma consciência ambiental, mais velha que minha avó.

Artigo produzido para a disciplina de Produção de Texto em Jornalismo Impresso, Orientado pela Profª. Polyana Bittencourt. Revisão de Juliane Balbibo.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Logotipo para Manutenção e Reformas Residenciais Ltda.



Logotipo para Manutenção e Reformas Residenciais Ltda. Empresa Fictícia para atividade do Curso de Engenharia Civil da Unit.

sábado, 5 de novembro de 2011

Notícias em 10 ~ sexta-feira ~ 04-11-11 ~ Unit



APRESENTAÇÃO E PRODUÇÃO CAIO GUIMARÃES E ILMARA ALMEIDA / REPORTAGEM E PRODUÇÃO DE FERNANDO AUGUSTO / ORIENTAÇÃO DA PROFESSORA DEISE DIAS E TÉCNICA ALISSON LIMA//

Destaques deste Programa:
  • Inauguração das novas instalações do Instituto Tobias Barreto - Entrevista com Luiz Antônio Barreto
  • Noite Fora do Eixo em Aracaju com Elisa, Monograma e A Tua Lona.
  • 15 anos do Grupo Renantique
  • Festival Sergipano de Capoeira Muzenza na cidade de Itabaiana
  • Entrevista com Luiz Fernando Araújo do site http://www.jornalinformacao.com

domingo, 30 de outubro de 2011

Doadores de medula óssea



Se você, como eu, já fez coleta de sangue para fazer parte do cadastro de doadores de medula óssea e mudou de endereço ou telefone, este cadastro serve, junto ao INCA, para se manter atualizado. Eu fiz, é rapidinho e não custa nada: http://www1.inca.gov.br/doador/index.asp

Mas se você nunca fez coleta para este Banco, também deveria fazer, milhares de pessoas (no mundo) estão esperando por encontrar um doador compatível que possa salvar suas vidas e essa pessoa, pode ser você.

Procure o centro de hemoterapia de sua cidade/estado.


A Arte é minha, a presença é de vocês!


Aguardo sua presença lá, dia 5 de novembro, no Capitão Cook!

sábado, 29 de outubro de 2011

Notícias em 10 ~ sexta-feira ~ 28-10-11 ~ Unit



 APRESENTAÇÃO CAIO GUIMARÃES E FERNANDO AUGUSTO/ PRODUÇÃO E REPORTAGENS DE ILMARA ALMEIDA/ ORIENTAÇÃO DA PROFESSORA DEISE DIAS E TÉCNICA ALISSON LIMA.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Formulário de contato

Para quem tem um blog, e não um site profissa, com todos os apetrechos dinâmicos, fica chato ficar dando e-mail de contato, até porque se você postar um endereço de e-mail numa pagina aberta, os robôs vão detectar e te encher de spam, empresas comerciais sofrem com isso, pois divulgar e-mail de cara é um quesito a mais para ter clientes.

Assim, descobri que existem sites que fornecem formulários que podem ser usados em blogs, para que as pessoas entrem em contato contigo diretamente no seu e-mail sem que ele fique por ai amostra.

Eu estou suando um, como pode se ver ali no lado direito, em "atuação profissional>contato". usando o site: http://www.emailmeform.com, que dá muitas opções de personalização do formulário, eu estou usando um simples, perto do que se pode fazer lá.

Também tem o http://www.formulariopro.pog.com.br pra quem tem problemas com inglês e não precisa de muita personalização de formulários, só um contato e pronto.

As opções para adequar a página não são lá as melhores, como podem ver pelo meu, mas cumprem o papel que lhe cabem.

São serviços gratuitos, mas quem quiser ainda mais personalização, pode pagar por pacotes de melhoramentos. Eu não paguei nada.

sábado, 22 de outubro de 2011

O que é bom, pede bis!

A segunda Noite Fora do Eixo de Artes Integradas, deste segundo semestre de 2001, teve, desta vez, um toque de dendê para incorporar a coisa toda, a banda indie rock Você me Excita de Salvador, foi quem deu o tempero especial para a Noite, que aconteceu no Pub Capitão Cook, no último 15 de outubro.

O power trio instrumental Casa Forte de Aracaju
Mas antes, bem antes, o power trio instrumental Casa Forte, de Aracaju, abriu a noite surpreendendo a galera presente com seu ritmo empolgante, músicas autorais viajavam entre o blues, o samba rock e o funk (não aquela coisa de MC, vide James Brown!). A Casa Forte lançou um single virtual com duas faixas, mas está trabalhando em seu novo disco que pretende lançar neste final de ano. A banda é formada por Erick Frog (Guitarra), Roque Sousa (Baixo) e Bruno Petoh (Bateria); também faz parte do casting do site Toque no Brasil, critério mínimo para participar do Noite Fora do Eixo, inscreva sua banda também!
Inês Reis, Euler Teles e  Sâmara Gardênia da Cia. A Tua Lona encenando Ralfo
Entre um show e outro, marcaram presença, novamente, a Noite Fora do Eixo de Artes Integradas, os atores da Companhia de Teatro A Tua Lona, desta vez interpretando um ato da peça Confissões de Ralfo, baseada no livro, de mesmo título, do escritor Sérgio Sant’anna. Relembrando que a Cia. de Teatro tem pouco mais de um ano e meio de formação, mas seus integrantes (Cícero Júnior, Euler Teles, Inês Reis e Sâmara Gardênia), possuem um longo caminho traçado na dramaturgia sergipana.
Fernando Augusto, Cristhiano Cunha, Lays Maia e Rick Maia (Virote Coletivo); Leonardo Panço e Julia Darwich

Outra atração a parte, foi a presença do artista multimídia, Leonardo Panço, do Rio de Janeiro, lançando, pela primeira vez em Aracaju, sua terceira obra literária: Esporro. Ele disponibilizou para venda e autógrafos, este título e os outros livros anteriores de sua autoria durante toda Noite Fora do Eixo. O livro conta histórias sobre o cenário underground carioca, no inicio dos anos 90. Panço é uma das figuras mais ativas na cena independente brasileira, atuando como fanzineiro, músico, escritor, produtor cultural e musical.
Os baianos do Você me Excita
Você me Excita! Sim, esse é o nome! Eles vieram da Bahia e apimentaram a Noite Fora do Eixo de Artes Integradas. Com seu “indie psicodélico”, como gostam de se intitular, encerram o Evento com categoria. A banda, formada por Xunga (Guitarra e Vocal), Panda (Baixo), Ozzy (Guitarra) e Maicon (Bateria), tem 2 anos de formação e já lançou seu EP “Elvira”, no início deste ano. Já tem três anos de estrada e esteve em eventos como o Grito Rock, de Montes Claros e tocou em lugares como meca do rock brazuca, o Circo Voador, no Rio De Janeiro.
Os "excitados": Panda, Xunga, Maicon  e Ozzy 
Dia 5 novembro, daqui a pouco, virá a Terceira Noite Fora do Eixo de Artes Integradas e o Coletivo Virote está preparando ótimas atrações, aguarde e confie! As bandas que ainda queiram participar das duas próximas edições, devem, depois de se cadastrar no site Toque no Brasil, se dirigir ao endereço do evento no mesmo site: http://tnb.art.br/oportunidades/noites-fora-do-eixo e se inscrever na Noite Fora do Eixo de Aracaju.

sábado, 1 de outubro de 2011

A primeira, a gente nunca esquece...



Quem não foi, perdeu a noite... A Noite Fora do Eixo, promovida pelo Coletivo Virote na última sexta-feira. A primeira de uma série de 4 desta temporada (2º semestre/2011), que irão rolar até o final do ano, no Pub Capitão Cook.

A Banda Penny Mocks no palco do Capitão Cook
Gente de todas as tribos apareceu e logo de começo, se surpreendeu com o rock n’ roll da banda Penny Mocks, que estava lançando seu primeiro EP homônimo na Festa e foi sucesso! Tanto que o disco se esgotou bem antes da Noite acabar, na banquinha do Virote Coletivo.

A Penny Mocks está dando as caras no mercado, com seu EP, agora, mas é um projeto que vem desde 2008, sempre com a mesma formação: Rodrigo Cunha (baixo e voz), Bruno Luan (guitarra), João Alberto (guitarra e voz) e Renoir Dantas (bateria). Penny é de Sergipe e faz parte do cast da rede Toque no Brasil, parceira do Circuito Fora do Eixo e por esse conjunto de fatores, o destino conspirou para ser Ela a abrir a temporada das Noites Fora do Eixo.

Companhia de Teatro A Tua Lona
Na sequência, quebrando o gelo, foi possível experimentar um dos atos da peça teatral Agonia e Gozo, encenada pela Cia de Teatro A Tua Lona. Geniais foram os atores: Inês Reis, Cícero Júnior e Euler Teles, arrancando suspiros e aplausos da platéia que formou a “roda” no teatro improvisado, no pátio do Capitão Cook. São só um ano e três meses de estrada, mas a Companhia já percorre caminhos frutíferos no meio artístico sergipano, participando dos principais festivais de teatro do estado e até fora, como o Fecta, lá no Ceará.

Artistas do Cenarte-UFS
Mais arte, dessa vez visual, rolava enquanto outras atrações se apresentavam na Noite, foi o caso dos artistas plásticos do Centro Acadêmico de Artes - Cenarte, da Universidade Federal de Sergipe-UFS. Eles pintaram painéis durante a festa e interagiam com o público, que era convidado a expressar-se também usando os pincéis.

Para fechar, mas só por essa Noite, com brilhantismo, a Banda Alagoana Eek. Veteranos, tocavam pela segunda vez em Aracaju, também por intermédio do Toque no Brasil, fizeram seu som “sem rótulos”, como preferem se auto-intitular, mantendo a galera sem vontade de ir embora, com composições autorais e covers de sucessos, embalando a Noite até mais de três da manhã.

A Banda Eek de Maceió
Formada por Diogo Braz (voz e guitarra), Christophe Lima (bateria)  Wagner Sampaio (guitarra e vocais) e Leo Tarja Preta (baixo), a Banda Eek está na estrada desde 2003. Lançou a pouco tempo seu primeiro disco, intitulado Fantasia de Equilibrista, que inclusive levou o Prêmio Uirapuru de Música Brasileira, da revista O Dilúvio, na categoria "Melhor disco de 2010 - voto do público".

O Núcleo de Produção Digital Orlando Vieira também esteve presente na Noite Fora do Eixo, registrando tudo suas câmeras, cenas que em breve estaremos mostrando a todos aqui no blog



Pessoal do NPD Orlando Vieira Registrando tudo
Essa foi só a primeira! Dia 15, agora em outubro, tem mais! Presenças já confirmadas de Casa Forte e Você Me Excita (BA). Acompanhe o blog que logo, rapidinho, teremos mais informações sobre as próximas atrações.

As bandas interessadas em apresentarem-se nas próximas edições do Noites Fora do Eixo, deve ir correndo até o portal do TNBhttp://tnb.art.br/oportunidades/noites-fora-do-eixo. Lembrando que é importante que estejam cadastrados no site para participar.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Notícias em 10 - Sexta-feira - 23-09-11 - Unit


APRESENTAÇÃO E REPORTAGENS DE ILMARA ALMEIDA E FERNANDO CUNHA, / PRODUÇÃO DE CAIO GUIMARÃES / ORIENTAÇÃO DA PROFESSORA DEISE DIAS E TÉCNICA ALISSON LIMA.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Notícias em 10 - Sexta-feira 16/09-2011



APRESENTAÇÃO E REPORTAGENS DE CAIO GUIMARÃES E FERNANDO CUNHA, / PRODUÇÃO DE ILMARA ALMEIDA / ORIENTAÇÃO DA PROFESSORA DEISE DIAS E TÉCNICA ALISSON LIMA.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Notícias em 10 - Sexta-feira 09/09-2011



APRESENTAÇÃO E REPORTAGENS DE CAIO GUIMARÃES E ILMARA ALMEIDA, / PRODUÇÃO DE FERNANDO CUNHA/ ORIENTAÇÃO DA PROFESSORA DEISE DIAS E TÉCNICA ALISSON LIMA.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Notícias em 10 - Sexta-feira 02/09-2011



APRESENTAÇÃO E REPORTAGENS DE CAIO GUIMARÃES E FERNANDO CUNHA, / PRODUÇÃO DE ILMARA ALMEIDA / ORIENTAÇÃO DA PROFESSORA DEISE DIAS E TÉCNICA ALISSON LIMA.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Reportagem Notícias em 10, Intercom 2011



Reportagem feita para o Notícias em 10, da disciplina de Radiojornalismo II, sobre a participação da UNIT no XXXIV Intercom.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Reportagem Notícias em 10, Transporte Coletivo



Reportagem feita para o Notícias em 10, da disciplina de Radiojornalismo II, sobre a situação dos estudantes da Unit que usam transporte coletivo.