Social Icons

twitterfacebookgoogle pluslinkedinemail

sexta-feira, 6 de julho de 2012

MPB e arrocha reabrem o Projeto Freguesia

(Foto: Ascom/Funcaju)
Após um pequeno intervalo dado à estrutura e artistas, reservando todos os esforços da Fundação Municipal de Cultura e Turismo de Aracaju (Funcaju) aos festejos juninos, o Projeto Freguesia volta neste mês de julho. Sábado, 7, a partir das 20h, na Feira de Aratipe, localizada na Orla da Atalaia, tem a MPB de Gil Castro e no domingo, 8, tem o arrocha de Elvis Nascimento, a partir das 18h, na praça Tobias Barreto, bairro São José.

Gil Castro é um dos grandes nomes da MPB sergipana, por suas atuações em todas as edições regionais do Canta Nordeste, alcançando seu auge no festival em 1993, quando representou o Estado, após vencer a etapa local, com a canção autoral “Abram Alas”. Ao todo são 120 canções compostas, 4 CD’s gravados nesses 44 anos de palco, festejados agora pelo lançamento do DVD “Brilho e Luz”, onde o cantor interpreta sucessos, acompanhado por orquestra, coral e quadrilha junina. “Procuro moldar o repertório e tom das músicas ao tipo e origem do público”, conta Gil, que na Feira de Aratipe, promete agradar turistas, fregueses e feirantes, fazendo voz e violão combinado com a percussão de Clay Gibson.

O arrocha de Elvis Nascimento tem o tempero dos ritmos do Norte do país. Maranhense, mas influenciado pelo Pará, tem 10 anos de carreira e é sobrinho do já falecido e também músico Adelino Nascimento, de quem Elvis herdou canções que fazem sucesso em sua voz.  “Na pegada do arrocha” é o nome do CD gravado por ele, com músicas autorias como “Quem ama não mata”, sucessos do tio e de artistas consagrados como Amado Batista e Zezé di Camargo. “Vou fazer um show apaixonado, todo de coração ao público presente”, diz o cantor que assume sozinho o palco na praça Tobias Barreto, tocando violão e teclado.

O Projeto Freguesia
No Freguesia, a Funcaju leva cultura às feiras livres da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), organizadas em parceria com a Fundação Municipal do Trabalho (Fundat). A iniciativa prioriza a geração de renda aos pequenos empreendedores e artesãos que comercializam nesses espaços. O turismo também é foco do projeto, criando mais esse destino para as compras, alimentação com comidas típicas e entretenimento aos visitantes.

Nenhum comentário: