Social Icons

twitterfacebookgoogle pluslinkedinemail

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Agosto é o mês do Folclore na Ivone de Menezes

A contadora de estórias Naildes Santana
e seus pequenos ouvintes
(Fotos: Ascom/Funcaju)
Fazendo parte das atividades realizadas em torno do Dia do Folclore, comemorado no próximo dia 22, a Biblioteca Ivone de Meneses Vieira realiza a “Hora do Conto” enaltecendo as lendas e mitos brasileiros, nas estórias contadas na programação deste mês de agosto. Na terça-feira, 7, a instituição recebeu os alunos da Escola Francisco Santos, do bairro Augusto Franco.

As lendas indígenas da Iara e da origem da vitória-régia, assim como a do mito popular brasileiro do Saci-Pererê, foram narradas e teatralizadas para as crianças, pela contadora de estórias Naildes Santana. A pedagoga e psicopedagoga ligada a Biblioteca e pertencente ao grupo Hanna de contadores de estórias, explica que a partir do momento que os pequenos conhecem os contos infantis desta maneira diferenciada, passam a se interessar mais pelos livros.

“São os próprios educadores e diretores das escolas parceiras que contam que os alunos passam a gostar mais de literatura depois de participarem da Hora do Conto. As crianças passam a pedir livros aos pais”, relata Naildes. 

Professora Daniela Barreto
e a aluna Talita dos Santos sempre
participam da Hora do Conto
Os alunos ficam ansiosos, nos dias que antecedem a visita à Ivone de Menezes para a Hora do Conto, descreve a coordenadora pedagógica e professora Daniela Barreto. “Geralmente a semana que antecede a vinda a Biblioteca é uma festa, eles ficam eufóricos, é literalmente uma tarde de lazer”, conta, ainda explicando que a ocasião abre oportunidade para incentivar as crianças a levarem os livros da Biblioteca para casa.

“Nós temos na escola um ‘cantinho da leitura’, onde nós lemos para os menorzinhos que ainda não sabem. Para os maiores pedimos que levem os livros para casa e tragam resumos do que eles entenderam”, complementa a professora Daniela, revelando ainda que a leitura auxilia muito os alunos nas atividades das disciplinas de português, interpretação de texto, geografia e história.

Dia do Folclore 
Além da Hora do Conto usar como tema, somente as estórias do Folclore brasileiro, no dia 22, quando se comemora o Dia do Folclore, haverá, na Biblioteca Ivone de Menezes Vieira, a exibição do filme “Macunaíma”, do diretor Joaquim Pedro de Andrade, que é baseado na obra do escritor Mário de Andrade, lançado em 1969. A sessão será as 17h30, aberta a toda comunidade.

Diretora interina da Biblioteca,
Adriana Pereira Dantas,
preparou uma programação
especial para este mês
Mas segundo a diretora interina da Biblioteca, Adriana Pereira Dantas, a principal iniciativa da Ivone de Menezes, visando esse resgate dos temas folclóricos é mesmo a Hora do Conto. “Quando chega o mês de agosto, a gente direciona todas as contações para estórias do folclore, como lendas, parlendas, estórias de assombração, elementos presentes na cultura popular brasileira”, justifica.

A Hora do Conto
É realizada ininterruptamente durante todo ano na Biblioteca, sempre as terças e quintas-feiras em dois horários: às 9h30 e às 15h30. Atende estudantes das escolas da região, quando estas agendam as visitas junto a instituição como também, nos horários estabelecidos, está aberta a toda comunidade, bastando ir até a Ivone de Menezes.

“Qualquer criança que chegar, a contadora vai fazer este trabalho de incentivo à leitura, seja na leitura de livros ou contando estórias. Tanto um quanto o outro, incentivando a curiosidade pelas estórias, pela cultura e literatura infantojuvenil,” completa Adriana Pereira.

Adriana ainda explica que os contadores de estórias são tanto profissionais, a exemplo de Naildes Santana, geralmente agregados nessa parceria entre biblioteca e Grupo Hanna de Contadores de Estórias, como também estagiários, geralmente estudantes dos cursos superiores de Letras e Pedagogia.

Nesta edição do dia 7 de agosto, os alunos visitantes, também receberam exemplares da revista em quadrinhos educativa “Sesinho”, fornecida à Biblioteca pela Secretaria Estadual de Educação de Sergipe, fruto da parceria do Órgão com o Serviço Social da Indústria (Sesi), que produz o periódico voltado ao público infantojuvenil.

A Biblioteca Ivone de Menezes Vieira
A Ivone de Menezes Vieira é mantida pela Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), por meio da Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Funcaju). Possui um acervo de mais de 15 mil livros, complementado por jornais, revistas, fitas casssetes, CD’s e DVD’s.

Além da disponibilidade para consulta e empréstimo deste material, atende a comunidade do Conjunto Augusto Franco e região, com oficinas literárias, exposições e palestras, sempre de segunda à sexta-feira, das 8h às 20h e nos sábados, domingos e feriados, das 9h às 13h. A Biblioteca está localizada à praça Major Edeltrudes Teles, no bairro Farolândia.

Nenhum comentário: