Social Icons

twitterfacebookgoogle pluslinkedinemail

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Forró e MPB animam feiras livres neste fim de semana

(Imagem: Ascom/Funcaju)
O Projeto Freguesia volta a sua programação normal neste fim de semana na Feira de Aratipe, Orla da Atalaia. Neste sábado, 11, a apresentação de MPB fica por conta da dupla Luiz Carlos e Joyce, a partir das 20h. Já no bairro São José, na praça Tobias Barreto, tem também outra feira de comidas típicas e artesanato que neste domingo, 12, recebe o Forró das Arábias, a partir das 18h. 

A história da dupla começou como dois amigos de gostos musicais muito parecidos e que tinham como intuito fazer bossa-nova em Aracaju. Assim nasceu a parceria, que já tem dois anos, entre Luiz Carlos e Joyce e um dos primeiros frutos desta junção é o novo CD, previsto para os próximos meses, onde gravaram canções de monstros da música brasileira como Djavan, Roberto Carlos e Gilberto Gil. Normalmente a dupla costuma se apresentar mesclando MPB, samba, bossa e pop rock sempre no formato voz e violão, mas neste sábado, na Feira de Aratipe, contarão com o auxílio de mais um instrumento, a percussão do músico Bicó.

Forró das Arábias, atração deste domingo na feira da praça Tobias Barreto, escolheu este curioso nome pela semelhança entre os países árabes e o sertão nordestino, ambos de clima árido e vidas sofridas. A banda possui canções autorais, dentre elas estão “Eu tô fora”, “Até parece” e “Chagas”, que compõe seu segundo disco. Formado pelo guitarrista Erick, o baixista Reginho, o baterista Ricardo, Jerdison nos teclados, o sanfoneiro Dedé, o percussionista Amaral e o quarteto de vozes Lilian, Aline, Mohamed e Israel, a banda Forró das Arábias promete agitar o Projeto Freguesia deste domingo.

Trabalho, cultura e turismo
Uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) por meio da Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Funcaju) e da Fundação Municipal do Trabalho (Fundat), o Projeto Freguesia consiste na promoção de atividades artísticas em feiras de comidas típicas e artesanato. O projeto foi criado com o intuito de dar mais visibilidade à gastronomia, ao artesanato e a música sergipana, além de trazer mais frequentadores às feiras livres e praças da capital.

Nenhum comentário: