Social Icons

twitterfacebookgoogle pluslinkedinemail

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Coutto Orchestra de Cabeça encerra setembro na Orla Pôr do Sol

Coutto Orchestra de Cabeça mistura
 de ritmos regionais com estilos
 praticados em diversos cantos do mundo
(Foto: Divulgação)

Uma das primeiras bandas a se apresentar no Projeto Orla Pôr do Sol, em janeiro de 2012, a Coutto Orchestra de Cabeça, volta ao palco montado na Orla Pôr do Sol, neste mês de setembro, dedicado à música instrumental. O show será neste sábado, 29, a partir das 17h, na nova Orla do Povoado Mosqueiro, Zona de Expansão da capital.

Mistura de ritmos regionais com estilos praticados em diversos cantos do mundo, emoldurada por projeções visuais no palco, condensa o que é a eletrofanfarra do Coutto Orchestra de Cabeça, uma micro-big-band instrumental, como se intitulam, e que desde 2010, diversifica o cenário musical de Sergipe e do Nordeste. Acabam de chegar do Festival Sertão Itaparica Mundo, em Floresta-PE, onde se apresentaram no mesmo palco de grandes nomes da música alternativa brasileira.

Antes, estiveram também se apresentando na Feira da Música 2012, em Fortaleza-CE, e participaram do VI Festival BNB da Música Instrumental, apresentando-se na Paraíba e no Ceará. A Orchestra é formada por Alisson Coutto (trombone, vocal e controladoras), Fabinho Espinhaço (Bateria), Rafael Ramos (contrabaixo, trompete, vocal e piano), Pedro Yuri (craviola, guitarbanjo, controladoras e vocal), Vinicius Bigjohn (acordeon, teclados e percussão) e Werden Tavares (Vj, triângulo e vocal).

O EP lançado em abril, com cinco músicas autorais é o ponto de partida da apresentação deste sábado, com intervenções do eletrotango, ritmos do Leste Europeu, maracatu, valsa, jazz e a housemusic, mistura que está sendo preparada para o Orla Pôr do Sol segundo Alisson, vocalista. “Coutto Orchestra de Cabeça é uma sensação imagética, é uma montagem sonora do cotidiano”, completa.

O projeto
Por meio do Projeto Orla Pôr do Sol, a Fundação Municipal de Cultura e Turismo incentiva o cenário cultural, realizando apresentações artísticas, e o turismo. A Orla beneficia os pequenos comerciantes do local e proporciona aos aracajuanos e visitantes, mais um espaço de lazer e entretenimento.

Nenhum comentário: