Social Icons

twitterfacebookgoogle pluslinkedinemail

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Beto Carvalho é a atração da Orla Pôr do Sol


Depois de um fim de semana destinado aos compromissos eleitorais, a programação elaborada pela Fundação Municipal de Cultura e Turismo de Aracaju (Funcaju) segue seu curso, abrindo o mês de outubro com a música de Beto Carvalho. Ele é atração deste sábado, 13, a partir das 17h, na Orla Pôr do Sol, no Mosqueiro, Zona de Expansão de Aracaju.

Influenciado ora por artistas da nova MPB, como Lenine e Zeca Baleiro, ou por consagrados da musica regionalista do Nordeste como Alceu Valença e Zé Ramalho, mas sem deixar de valorizar, no seu trabalho, o mestre Luiz Gonzaga. Isso traduz um pouco do que é a essência de Beto Carvalho, que nos seus 15 anos de carreira, fez música e interpretou os que admira, além dos amigos de sergipanos, com quem fez inúmeras parcerias.

Uma das mais recentes, fez com Anabel Vieira, quando musicou a poesia do professor Diomedes Santos, trabalho que gerou um livro-disco em 2011. Varias outras parcerias se fizeram no palco, com Marco Aurélio, Gilberto Nunes e Grupo Cataluzes. Agora, trabalha na produção do seu disco infantil "Minha caixa de lápis de cor", onde cantará acompanhado da cantora mirim Kaluaná, CD que pretende lançar em breve.

Beto, além da atuação nos palcos, onde é cantor, violonista e percussionista, tem suas composições destacadas em diversos festivais de música pelo Brasil e em Sergipe, a exemplo do Festival de Artes Arthur Bispo do Rosário em Japaratuba (SE), apresentando um trabalho de resgate ao Cacumbi do Mestre Batinga. Mostrou sua arte no Festival de Música de Chapada dos Guimarães (MT) e em Mauá (SP), onde recebeu o prêmio de Destaque Popular, com a canção "Eu e meu jegue comendo rapadura diet", em concurso em que o patrono é mestre Alceu Valença.

Cultura, turismo e geração de rendahjn 
A Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), após terminar as obras de construção da nova orla do Mosqueiro, à beira do rio Vaza-Barris, batizada de Orla Pôr do Sol, incumbiu a Funcaju de organizar um projeto que tanto incentivasse o turismo no mais novo atrativo da capital, quanto também levasse a nossa cultura, de forma gratuita aos visitantes e à população. O evento, que acontece todos os sábados, às 17h, também gera renda para os pequenos comerciantes instalados no complexo de lazer.

Nenhum comentário: