Social Icons

twitterfacebookgoogle pluslinkedinemail

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Mirante da 13 de Julho recebe Exposição Mamíferos Aquáticos

Painéis explicam os principais problemas
enfrentados pelos animais em
seus habitats naturais
(Fotos: Fernando Augusto - Ascom/Funcaju)

O Instituto Mamíferos Aquáticos, organização não governamental (ONG) com base de estudos em Sergipe e Bahia, iniciou nesta segunda-feira, 15, exposição objetivando conscientizar à população aracajuana e turistas, do trabalho da instituição no estudo, preservação e recuperação de animais feridos. Instalada no Mirante do bairro 13 de Julho, uma das unidades da Funcaju, a mostra segue até 24 de outubro.

Painéis com fotografias e informações sobre as ações do Instituto ou fazendo referência os espécimes de mamíferos aquáticos presentes na fauna do Nordeste e esqueletos de cetáceos, compõe o acervo exposto no Mirante, sendo possível também adquirir na pequena loja instalada, camisas, bonés, chaveiros e outros artigos para presente que levam o nome da ONG.

Esqueletos de golfinhos
expostos na mostra do Instituto
Um destes presentes são as representações dos mamíferos aquáticos em pelúcia, projeto social do Instituto, em associação com o Centro Mamíferos Aquáticos (CMA) de Pernambuco, onde famílias carentes foram capacitadas para produzir os brinquedos de modo artesanal e ecologicamente sustentável.

Segundo a bióloga voluntária no Instituto, Bárbara Stumpf, a importância da exposição está em fazer com que a população, fora dos centros de pesquisas, tenha conhecimento dos animais pertencentes aos nossos rios e mares, conscientizando-os de sua importância para o eco sistema, uma das missões primordiais do ONG. “Além da exposição, temos um trabalho de levar palestras às escolas das redes públicas e particulares em Sergipe, levando aos estudantes os fundamentos de nosso trabalho de preservação, resgate estudo dos mamíferos aquáticos”, explica.

Pequena loja de artigos para presente e
lembranças que levam a marca da ONG
A exposição que começou em Salvador, outra unidade do Instituto, passando 2 semanas no Aeroporto Santa Maria, em Aracaju, antes de instalar-se no Mirante da 13 de julho. Após dia 24, a ONG ainda pretende levar a mostra para ser exposta na sede do SOS Mata Atlântica, também na capital sergipana.

O Instituto Mamíferos Aquáticos
Instalado em Aracaju desde 2000, tem um centro de pesquisas que funciona no Campus Farolândia, da Universidade Tiradentes (Unit) onde, em parceria com a própria Unit, Ibama e SOS Mata Atlântica, atende universitários e pesquisadores, promovendo cursos, palestras e fóruns relacionados à presença dos mamíferos aquáticos em Sergipe. A unidade também monitora os animais presentes em nossa fauna e trabalha, com seus voluntários, no trabalho de resgate de animais encalhados nas praias.

Pelúcia do peixe-boi. Depois de extinto de
nosso Estado, o Instituto tenta
restabelecer a espécie à natureza
Uma importante contribuição do Instituto em Sergipe é o monitoramento do peixe-boi “Astro”, único espécime presente, em liberdade, em águas sergipanas. “O peixe-boi sempre foi presente no litoral e estuários do Estado, mas a ação do homem, facilitada pelo fato do animal ser extremamente dócil, causou sua extinção nesse território”, alertou Bárbara. Astro é um peixe-boi macho que fora criado em cativeiro pelo CMA e foi reintroduzido à natureza em Alagoas, junto de outro espécime fêmea. Ela migrou para o litoral pernambucano e ele veio estabelecer-se aqui no Estado.

Biólogas voluntárias no Instituto Mamíferos
Aquáticos, Bárbara Stumpf e Lais Azevedo,
recepcionam os visitantes da exposição
A outra unidade do Instituto Mamíferos Aquáticos, fica na capital do Estado da Bahia, Salvador, lá possui um centro de recuperação de mamíferos aquáticos e onde é possível à visitação, aberta ao público, de exemplares de leões marinhos, lobos marinhos e lontras, resgatadas e recuperadas pela ONG, mas que não possuem mais condições de voltarem para o seu habitat natural.

O Mirante da 13 de Julho
O Mirante da Praia 13 de Julho é uma das unidades de cultura da Prefeitura Municipal de Aracaju, coordenada pela Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Funcaju). Além de ser uma referência turística da cidade, o mirante também é um posto de informações e local de exposições artístico culturais. Está aberto ao público todos os dias da semana, de segunda a sextas-feira das 9h às 21h, sábados, domingos e feriados das 9h às 15h.

Nenhum comentário: