Social Icons

twitterfacebookgoogle pluslinkedinemail

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Cohidro reúne agricultoras e entidades para debater melhorias no campo

Agricultoras debatem melhorias
(Fotos Ascom Cohidro / Fernando Augusto)
Organizadas através da Associação de Moradores Maria José dos Santos, que compreende o Povoado Brejo e adjacências em Lagarto, as mulheres da comunidade solicitaram o apoio da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro), para encontrar caminhos e orientação para a aplicação de políticas públicas que às beneficiem, na questão da geração de renda, desenvolvimento humano e requisição de direitos trabalhistas. A reivindicação resultou na reunião que aconteceu na tarde desta terça-feira, 19, na creche-escola da Entidade.

Gilvanete Teixeira, gerente do
Perímetro Irrigado Piauí
Gilvanete Teixeira, gerente do Perímetro Irrigado Piauí, foi quem recebeu a solicitação das moradoras e tratou de organizar o evento. “Organizadas pela ‘Meirinha’, essas mulheres, guerreiras, tem buscado seus objetivos em prol de conquistar o seu espaço e nosso escritório estará sempre aberto à recebê-las”, frisou Gilvanete que trouxe para reunião, à convite, o presidente da Cohidro Mardoqueu Bodano e diretores da Companhia; representantes do Sebrae, Banco do Nordeste (BNB), Sindicato de Trabalhadores Rurais e Prefeitura de Lagarto.

"Rosimeire Barbosa (Meirinha),
Coordenadora do núcleo feminino
da Associação de Moradores Maria José dos
Santos e diretora da creche-escola
Coordenadora do núcleo feminino da Associação e diretora da creche-escola, Rosimeire Barbosa (Meirinha), representa as 120 famílias que constituem a Entidade. Ela enumerou as carências que ocorrem na comunidade as quais buscou a Cohidro para suprir. “Nossas mulheres, que são esposas de agricultores, muitas vezes perdem oportunidades por não ter uma mão de obra qualificada, para aproveitar, por exemplo, a pimenta que não passa na triagem das indústrias, que poderia ser usada na fabricação de geleia e outros subprodutos, o mesmo se aplica ao aproveitamento da folha da mandioca e da manipueira”, explicou Meirinha, lamentando ver os produtores desestimulados pelo desperdício.

Representante do Sebrae de
Lagarto, Jadson Vidal
Sobre a proposta de oferecer uma qualificação profissional, que dê alternativas de geração de renda a essas famílias, falou na reunião o representante do Sebrae de Lagarto, Jadson Vidal. “Existem uma série de atividades, projetos e ações de capacitação que a gente vai ter a maior satisfação de implantar aqui no Povoado, o que vai depender da mobilização e participação das moradoras.”, externou Vidal, que ainda explicou a facilitação que o Órgão oferece na formalização de pequenas empresas rurais e empreendedores individuais, outra requisição das mulheres do Povoado Brejo.

O coordenador do programa
“Agro Amigo” do Banco do
Nordeste em Lagarto,
Cristiano Santana
Benefícios
O coordenador do programa “Agroamigo” do Banco do Nordeste em Lagarto, Cristiano Santana, apresentou às mulheres da Associação de Moradores o “Pronaf Mulher”, linha de crédito específica para elas, que financia iniciativas agrícolas ou de empreendedorismo, em até R$ 15 mil. Já o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lagarto, Ginaldo Correia, foi convidado pela Cohidro para esclarecer, na reunião, dúvidas em relação aos direitos trabalhistas voltados a elas, expondo também um panorama das conquistas da sua entidade em favor dos sindicalizados.

Presidente do Sindicato dos
Trabalhadores Rurais
de Lagarto, Ginaldo Correia
“Quero parabenizar o Governo Estadual, que está cadastrando 54 dos nossos agricultores analfabetos que vão receber, cada um, R$ 300 para aprender assinar o próprio nome, através do programa ‘Mão Amiga’”, disse Ginaldo, aproveitando para cumprimentar pessoalmente na reunião, o presidente Mardoqueu que quando era deputado estadual, em 2009, foi o relator do projeto de lei do programa responsável por fornecer uma renda auxiliar aos agricultores na entressafra da cana-de-açúcar e laranja, com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep). Benefício agora estendido para a alfabetização desses trabalhadores rurais.

Maria Terezinha Albuquerque,
coordenadora estadual do PAIS
Maria Terezinha Albuquerque, coordenadora estadual do PAIS (Produção de Alimentos Integrada e Sustentável) na Cohidro, colocou para os presentes na reunião, os dados da atuação do Programa no município. “O PAIS, dentre as políticas públicas, tem uma importância muito grande no fortalecimento da agricultura familiar, inclusive podendo ser utilizado na produção de plantas medicinais como uma solução à carência na oferta de fitoterápicos”, conta ela, que também distribuiu cartilhas educativas do PAIS para às moradoras presentes.

João Quintiliano da Fonseca,
Gerente de Irrigação e
Desenvolvimento
Agrícola da Cohidro
João Quintiliano da Fonseca, Gerente de Irrigação e Desenvolvimento Agrícola da Cohidro, fez um balanço positivo da reunião e aponta quais são os próximos passos. “A reunião serviu para aproximar a Companhia da comunidade e demais órgãos responsáveis por desenvolver as políticas públicas aplicáveis a eles. A partir de agora a Associação deve reunir quais sãos as demandas do grupo e reunir os interessados em solucionar cada uma delas, para que sejam feitas outras reuniões específicas”, complementou João, que colocou a Cohidro à disposição para organizar os próximos encontros.

O Presidente da Cohidro, Mardoqueu Bodano, parabenizou a iniciativa das mulheres do Povoado. “É uma satisfação poder por à disposição dos anseios da comunidade essa parceria, que sempre existiu, entre a Cohidro, Sebrae e BNB. Uma das principais metas do Governo Marcelo Déda é contribuir para com o desenvolvimento humano, nas comunidades rurais sergipanas valorizando o trabalhador rural, em ações e buscando, junto ao Governo Federal, subsídios para valorizar a agricultura familiar, que hoje é responsável por 70% do PIB brasileiro”, concluiu Mardoqueu, agradecendo a todos dirigentes que atenderam ao convite feito pela Companhia.

Presidente da Cohidro, Mardoqueu Bodano
Também compareceram a reunião, o presidente da “Associação de Moradores Maria José dos Santos”, Cristiano Rodrigues de Jesus; o diretor de Desenvolvimento Rural na Secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Lagarto, Adelino Barbosa; O presidente da Associação dos Produtores do Perímetro Irrigado Piauí (Appip) , Antônio Cirilo de Amorim e a equipe técnica do Perímetro Irrigado da Cohidro em Lagarto.

Nenhum comentário: