Social Icons

twitterfacebookgoogle pluslinkedinemail

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Governo de Sergipe incentivou a renda na agricultura irrigada de R$ 95 milhões em 2013‏

O Governo de Sergipe através da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro) propiciou durante o ano de 2013, através do fornecimento de água para irrigação e assistência técnica agrícola, a produção de 82.984 toneladas de alimentos. Esta produção gerou a renda recorde de R$ 95.216.610,00 aos 9.315 beneficiados diretos inseridos na agricultura familiar atendidos pela Empresa.
O Perímetro Irrigado Califórnia, em Canindé de São Francisco, continua sendo o polo agrícola de maior produção, 35.792 toneladas deste total, mas foram as duas unidades da Cohidro em Itabaiana que apresentaram aumento de produção durante 2013. Somando Poção da Ribeira e Jacarecica I, foram 27.603 toneladas de alimentos colhidos, 44,6% acima do resultado do ano anterior.

Com a valorização dos gêneros alimentícios durante 2013, seguindo os índices de preços nacionais, a exemplo do tomate, que segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) chegou a subir 117,10%, só no Rio de Janeiro, os irrigantes assistidos pela Cohidro também obtiveram uma remuneração maior na hora de comercializar seus produtos. O que motivou atingirem os R$ 95 milhões de renda no período de 12 meses, quase R$ 10 milhões a mais do que em 2012. Mesmo com essa alta de preços, ainda assim, Aracaju tem a cesta básica mais barata entre as capitais do Brasil, segundo o Dieese. A agricultura irrigada contribui para manter este índice.
Outro fator que influencia na valorização da produção agrícola neste ano, está a maior participação dos agricultores assistidos pela Cohidro no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) – Frutos da Terra. No biênio 2012-2013, nos quais tiveram participação na Compra da Agricultura Familiar (CPR), feita pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em 2013, foram negociados R$ 1.446.278,30 em gêneros alimentícios a preços sugeridos pelo PAA e sem a especulação de atravessadores.
Feira da Agricultura Familiar
Com a Feira da Agricultura Familiar de Umbaúba em outubro, a Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides) soma 14 pontos de venda direta ao consumidor, onde os pequenos agricultores oferecem seus produtos sem custos, com capacitação profissional, preços justos e a participação dos agricultores atendidos pela Cohidro nestas feiras é constante.

Graças a oferta de água para irrigação, que permite produzir o ano inteiro, esses irrigantes puderam contar com mais esse fator de valorização daquilo que colhem. Desde que o projeto da Seides foi criado, em 2010, já foram investidos R$ 1.327.666,10 pelo Governo de Sergipe, beneficiando cerca de 270 pequenos agricultores que ao comercializarem seus produtos diretamente com o consumidor obtêm maior lucratividade.
Diretor de Irrigação da Cohidro, João Quintiliano da Fonseca Neto exemplifica que são vários os esforços realizados pela Companhia para favorecer a produtividade e recompensação do trabalho dos irrigantes. “São ações que superam o simples fornecimento de água para irrigação e para isso optamos por parcerias como esta com a Seides. Também trabalhamos ao lado da Embrapa Semi-Árido, introduzindo Unidades Demonstrativas de frutas temperadas, com a UFS de plantas medicinais, a criação do Banco de Sementes Orgânicas do IFS e introduzimos também o plantio de pimenta-do-reino. Todos estes exemplos são deste ano e só estamos falando do perímetro de Lagarto, onde já temos um importante trabalho de incentivo à agricultura orgânica”.

Itabaiana
Perímetro Irrigado que beneficia 630 pessoas do campo em Itabaiana, o Jacarecica I apresentou alta na sua produção em relação a 2013. Foram 6.426 toneladas de alimentos, 14,72% a mais que no ano anterior. No mesmo município, mas no Poção da Ribeira, os 466 irrigantes tiveram a colheita de 21.147 toneladas, alta de 53,7% em relação a 2012. Somando os dois polos de irrigação administrados pela Cohidro, foram injetados R$ 36.528.220,00 à economia local, graças a produção agrícola com oferta de água o ano inteiro.
O presidente da Cohidro, Mardoqueu Bodano, reconhece que as mudanças realizadas por esta gestão do Estado na Companhia em Itabaiana, no ano de 2011, se refletem até os dias de hoje. “fico muito feliz com estes resultados. A obra na Ribeira, inaugurada pelo então governador Marcelo Déda, ainda gera resultados positivos e contribui com a produção de 2013, pois os agricultores atendidos, somente nesta unidade de assistência da Cohidro, colheram ao todo 21.147 toneladas de alimentos, produtividade que só vem crescendo ano a ano”, conclui o se referindo a reforma das estações de bombeamento I e II do Perímetro, em setembro daquele ano.

No Perímetro da Ribeira, o que mais se destacou em 2013 foi a alface. A área ocupada pela cultura aumentou mais de 15 vezes em relação ao ano passado. Com uma produtividade que pode atingir até 9 ciclos em 12 meses, foram colhidos 10.800 toneladas da hortaliça. O amendoim também tem lugar de destaque, pois rendeu aos produtores 240 toneladas, 70% a mais que em 2012. O milho-verde teve sua área de cultivo dobrada e produziu 335 toneladas a mais neste ano.

Mardoqueu reconhece no esforço do homem do campo, a compensação pelo trabalho realizado pela equipe da Companhia. “Ambos, irrigantes, servidores e técnicos estão de parabéns por fecharem um ano com mais renda para o trabalhador rural que a cada dia é mais assistido pelas políticas públicas dos governos do Estado e Federal em sua defesa. Estas administrações são do povo e para o povo, como não cansa de repetir nosso governador Jackson Barreto e a presidenta Dilma Rousseff. Mostrarem que este nosso empenho e os recursos investidos, surtem efeito no gradativo fim da pobreza na zona rural, é o que nos compensa e dá forças para continuar com mais empenho”.

Nenhum comentário: